top of page
  • Foto do escritorMari Campelo

"State of digital mind" sobre gerações transformadas pela tecnologia



E aí galera? Hoje vamos falar sobre o famoso "State of Digital Mind", aquele negócio que todo mundo fala, mas poucos sabem exatamente o que é. Na verdade, não é nada de outro mundo: é apenas um termo que descreve como a tecnologia tem impactado as diferentes gerações.

Mas isso não significa que não possamos abordar esse tema de uma forma divertida, ousada e inteligente, não é mesmo?

Então, vamos começar com os baby boomers. Essa turma aí nasceu logo depois da Segunda Guerra Mundial e cresceu em um mundo que estava passando por grandes mudanças tecnológicas. Eles viram o advento do computador pessoal e da internet, mas ainda passaram grande parte de suas vidas sem essas tecnologias. Ou seja, se você tem um avô que mal sabe usar o controle remoto da TV, já sabe de onde vem essa "habilidade".


Mas vamos ser justos: os baby boomers não são totalmente "anti-tecnologia". Muitos deles se adaptaram bem e hoje em dia conseguem usar smartphones e redes sociais com facilidade. Afinal, ninguém é obrigado a ficar no século passado, né?


Já a geração X é um pouco mais familiarizada com a tecnologia, afinal, eles cresceram em um mundo onde ela estava se tornando cada vez mais presente. Eles foram a primeira geração a crescer com videogames, computadores e telefones celulares. Mas vamos combinar que a tecnologia desses tempos era um pouco mais rudimentar do que a que temos hoje em dia, né? Quem lembra do famoso "jogo da cobrinha" do celular antigo?


Agora vamos falar dos millennials. Essa galera nasceu entre as décadas de 1980 e 2000 e cresceu em um mundo onde a internet era onipresente. Eles são a geração que sabe lidar com smartphones, aplicativos, redes sociais e toda essa parafernália digital como ninguém. Mas, ao mesmo tempo, eles são a geração mais zoada pelos mais velhos por causa do "vício" em tecnologia. Mas, gente, vamos ser sinceros: quem é que não se vicia nesse mundo digital cheio de distrações?


Por fim, temos a geração Z. Essa turma nasceu após o ano 2000 e é a primeira geração a crescer em um mundo onde a tecnologia móvel é onipresente. Ou seja, desde que nasceram, já estão acostumados com smartphones, tablets e afins. Para eles, a tecnologia é tão natural quanto respirar. Eles nem sabem o que é viver sem Wi-Fi ou sem internet ilimitada. Mas, ao mesmo tempo, são criticados pelos mais velhos por passarem tempo demais conectados. Só que, gente, se a tecnologia é tão importante na vida deles, quem somos nós para julgar, não é mesmo?


Enfim, essa é a tal do "State of Digital Mind". Como vocês viram, não tem nada de outro mundo. A tecnologia simplesmente está mudando a forma como as diferentes gerações se relacionam com o mundo e com as pessoas ao redor delas. E, sejamos honestos: quem é que não gosta de ter o mundo inteiro na palma da mão? Todes nós, né.

Curtiu? Breve, breve tem mais.

Se cuide, sempre. ;)


1 visualização

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page