top of page
  • Foto do escritorHelena Way

"Se voltarem ao presencial, me demito. Não quero voltar pro escritório" Home Office: veio para ficar

Atualizado: 23 de mar. de 2023


Com a pandemia de COVID-19, muitas empresas adotaram o trabalho remoto para seus funcionários como forma de garantir a segurança e evitar a propagação do vírus. No entanto, com a melhora da situação epidemiológica em muitos países, algumas empresas começam a planejar o retorno ao escritório. Esse retorno, no entanto, tem gerado desconforto em muitos profissionais, que preferem continuar trabalhando remotamente.

Essa insatisfação tem levado a um aumento nos pedidos de demissão de profissionais que se recusam a voltar ao escritório.

De acordo com um estudo da empresa de recrutamento Robert Half, cerca de um terço dos profissionais entrevistados afirmou que pediria demissão caso não fosse oferecida a opção de trabalho remoto. O estudo também mostrou que a maioria dos profissionais considera o trabalho remoto importante para o equilíbrio entre vida profissional e pessoal.

Esse aumento nos pedidos de demissão tem sido observado em diversas áreas, como tecnologia, marketing e finanças. Muitos profissionais alegam que o trabalho remoto oferece mais flexibilidade e autonomia, permitindo que eles trabalhem em seus próprios termos e evitem o deslocamento diário para o escritório.

Além disso, alguns profissionais afirmam que o trabalho remoto tem aumentado sua produtividade e criatividade, já que eles têm mais liberdade para escolher o ambiente de trabalho que melhor se adapta às suas necessidades. No entanto, alguns especialistas alertam que o trabalho remoto pode levar a uma sensação de isolamento e falta de conexão com a equipe e a cultura da empresa.

Diante desse cenário, algumas empresas têm tentado encontrar um equilíbrio entre o trabalho remoto e o retorno ao escritório. Algumas delas têm adotado um modelo híbrido, em que os funcionários trabalham alguns dias no escritório e outros em casa. Outras têm oferecido opções flexíveis de horário e local de trabalho, permitindo que os funcionários escolham o que funciona melhor para eles.

Em suma, a tendência de grandes pedidos de demissão de profissionais por não quererem voltar ao escritório é um reflexo da mudança no modo como o trabalho é visto atualmente. Com a pandemia, muitos profissionais perceberam que é possível trabalhar de forma eficiente em casa e que o trabalho remoto pode oferecer mais qualidade de vida.

As empresas precisam estar atentas a essa mudança e oferecer opções flexíveis que atendam às necessidades de seus funcionários.


Curtiu? Remote First é o presente, e o futuro dele está aí já!

Compartilhe, curta, e claro:

Se cuide, sempre. ;)


14 visualizações

Posts recentes

Ver tudo

Comentários


bottom of page