top of page
  • Foto do escritorHelena Way

O dilema de marcas e agências: Como vender sem vender?


Se você trabalha no mundo do marketing, certamente já se deparou com o dilema entre vender a marca e vender produtos ou serviços. Por um lado, as marcas precisam se conectar emocionalmente com o público e transmitir seus valores e propósito. Por outro lado, as agências precisam justificar o retorno do investimento (ROI) e aumentar as vendas.


Esse dilema é conhecido de longa data para marcas e agências. E como resolvê-lo? A resposta pode ser surpreendente: abraçando sem vender. Ou seja, investindo em campanhas de branding que não têm como objetivo direto vender um produto ou serviço, mas sim gerar conexão emocional e relevância para a marca.


E os números comprovam: segundo um estudo da Kantar Millward Brown, as marcas que investem em campanhas de branding têm um aumento médio de 82% em valor de marca, enquanto as que investem em publicidade com foco em vendas têm um aumento médio de apenas 45%. Além disso, um estudo da Nielsen mostrou que as marcas que investem em publicidade com foco em branding têm um aumento médio de 13% nas vendas a longo prazo.

Mas e aí, como criar campanhas de branding que não vendem diretamente? Aqui vão algumas dicas:
  1. Defina o propósito da marca: Antes de qualquer campanha, é importante definir o propósito da marca e seus valores. O que ela quer transmitir ao público? Qual é a sua missão? Qual é o seu posicionamento? Isso vai guiar toda a estratégia de branding.

  2. Conte histórias: As pessoas se conectam com histórias, não com produtos ou serviços. Por isso, crie campanhas que contem histórias reais ou fictícias que transmitam os valores e propósito da marca. Não tenha medo de emocionar o público.

  3. Invista em relevância: Para criar conexão com o público, é preciso ser relevante. Por isso, crie campanhas que estejam alinhadas com os interesses e necessidades do público. Use dados e insights para entender o que o público quer e crie campanhas que atendam a essas demandas.

  4. Use plataformas diversas: Não se limite a uma única plataforma de mídia. Use diferentes canais e formatos para alcançar o público de diferentes maneiras. Use redes sociais, vídeos, podcasts, eventos, entre outros.

  5. Mensure os resultados: Por fim, é importante mensurar os resultados das campanhas de branding. Mas não se limite apenas aos números de vendas ou cliques. Meça também o impacto emocional e a conexão gerada com o público.


Em suma, amigos, abraçar sem vender é a chave para resolver esse antigo dilema. Investir em campanhas de branding que geram conexão emocional e relevância para a marca pode trazer resultados positivos não só para a marca, mas também para as vendas a longo prazo.


Até breve.

Se cuide, sempre. ;)



6 visualizações

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page